Rua Barão do Abiaí, 24, Centro, C. Grande/PB

 

PROTOCOLO DE SEGURANÇA

Você somente terá um bom ambiente se seus colaboradores sentirem a real preocupação e medidas que garantam sua saúde. É fundamental que eles estejam cientes e integrados das medidas e sejam cobrados para sua própria segurança, de seus colegas e seus clientes, a responsabilidade é de todos.

  1. Lavar correta e frequentemente as mãos com água e sabão;
  2. Higienizar com álcool 70% sempre que não for possível a lavagem das mãos e após tocar superfícies ou objetos que tragam risco, como: maçanetas das portas, corrimãos, botões de elevador, relógio de ponto eletrônico e após o uso de transportes públicos, entre outros;
  3. Limpar com frequência as superfícies e os equipamentos de contato (teclado, bancadas, balcões, mesas, telefones, entre outros);
  4. Não compartilhar objetos de uso pessoal, como toalhas, copos e talheres;
  5. Fazer uso de copos ou garrafas individuais para o consumo de água, evitando o contato direto da boca com as torneiras dos bebedouros;
  6. Evitar a prática de cumprimentar com aperto de mãos ou beijos;
  7. Seguir as regras de etiqueta respiratória para proteção em casos de tosse e espirros;
  8. Buscar sempre que possível o afastamento entre as mesas no setor de trabalho, de modo a aumentar a distância entre as pessoas (colegas, atendentes e atendidos); manter o ambiente arejado e com as janelas e portas abertas;
  9. Promover o distanciamento social, não permanecendo em locais com aglomerações e fechados, sem que isso seja de absoluta necessidade;
  10. Usar a máscara de proteção, trocando a cada 4 horas.
  1. Suspender atividades em que esteja prevista grande concentração de pessoas;
  2. Promover e prover os materiais necessários para as ações educativas voltadas para o controle da COVID-19 dentro das unidades;
  3. Promover constante reforço nas ações de orientação, prevenção, etiquetas de contato e respiratória, além das medidas de higienização amplamente divulgadas;
  4. Garantir o provimento de dispensador de sabonete líquido, suporte com papel toalha, lixeira com tampa com acionamento por pedal e dispensadores com preparações alcoólicas para as mãos (álcool em gel), em pontos de maior circulação, tais como: recepção, corredores de acessos e refeitório;
  5. Realizar as reuniões necessárias em ambientes bem arejados ou ao ar livre;
  6. Ajustar, sempre que possível, o regime de trabalho dos funcionários pertencentes ao grupo dos vulneráveis de forma a executá-las no domicílio. São vulneráveis os idosos com mais de 60 anos, gestantes e pessoas portadoras de imunodeficiência ou doenças crônicas cardiovasculares, renais, pneumopatias, diabetes, câncer, entre outros;
  7. Estender a condição do trabalho remoto, sempre que possível, para os funcionários que comprovada e necessariamente coabitam espaços domiciliares com pessoas do grupo de vulneráveis, ou que tenham realizado recentes intervenções cirúrgicas, estejam realizando tratamento de saúde que cause diminuição da imunidade, transplantados e doentes crônicos, independentemente da faixa etária;
  8. Estimular o trabalho em horários alternativos em escala
  1. Certificar se houve capacitação de todos os terceirizados envolvidos nas atividades de limpeza e fornecimento de alimentação;
  2. Estabelecer critérios de avaliação permanente da qualidade e eficácia dos serviços prestados, respeitadas as questões contratuais e estimulando os aspectos colaborativos de ambas as partes.
  3. Garantir a intensificação da limpeza dos banheiros, principalmente quanto ao uso de álcool 70%, nas torneiras, válvulas de descargas e trincos/maçanetas de portas, seguindo os demais protocolos de higiene da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa);
  4. Garantir a realização da limpeza e desinfecção das superfícies e objetos (cadeiras, mesas, aparelhos, bebedouros e equipamentos) após o uso. Recomenda-se a limpeza das superfícies, com detergente neutro, seguida de desinfecção (álcool 70% ou hipoclorito de sódio a 1%);
  1. Não compareça à empresa até que os sintomas regridam, independentemente do tipo de vínculo que você tenha;
  2. Avise a chefia imediata;
  3. Procure atendimento na rede de assistência básica pública ou privada de saúde;
  4. Garanta a comprovação pelo médico do setor de saúde para futura comprovação junto à empresa;
  5. Caso necessite de atendimento médico referente aos sintomas de COVID-19 procure a UPA Alto Branco.
  1. Determine a quantidade de clientes que poderão ser atendidos simultaneamente. As primeiras determinações no Brasil estipulam 50% da quantidade permitida em seu alvará de funcionamento. (Consulte se há alguma legislação local que altere este entendimento – Seu contador poderá ajuda-lo com isso);
  2. Afixe cartazes informativos para seus funcionários e clientes em locais estratégicos. Para funcionários, no refeitório, banheiros, corredores de acesso.
  3. Criar espaçamento na loja, isto pode incluir retirada de equipamentos e curadoria/redução de quantidade ou SKU de produtos permitindo melhor fluxo e corredores mais largos. Lembre-se que a percepção do cliente é importante para construir a sensação de segurança.
  4. Aumentar o espaço entre postos de trabalho.
  5. Afastar mesas no refeitório, criar turnos que diminuam a aglomeração no mesmo tempo;
  6. Criar turnos de trabalho reduzindo a quantidade de funcionários ao fluxo de clientes;
  7. Criar horário para atendimento de grupos de risco – Divulgar;
  8. Criar espaço de espera para eventuais clientes quando a capacidade total da loja estiver sendo utilizada. Espaçamento/abrigo do sol e chuva/eventual agrado (água, suco, etc);
  9. Sinalização de sentido único nos corredores.
  10. Sinalização do espaçamento de 1,5m de distância nos caixas.
  11. “Envelopamento” em filme plástico das máquinas de cartão;
  12. Determinar e abastecer os pontos de distribuição de álcool gel na loja, determinando responsáveis pela reposição dos mesmos;
  13. Espaçamento dos assentos em lojas de calçados e provadores em lojas de moda;
  14. Assegurar que todos funcionários tenham equipamentos de proteção, máscaras e todo o necessário para sua proteção. Determinar quem deverão procurar caso necessitem.
  15. Aplicar painéis de isolamento nos caixas.
  1. Repete-se o protocolo aplicado às lojas, permitindo que o consumidor faça aprova do calçado pretendido, o que deverá ocorrer através da utilização de sacos descartáveis plásticos nos pés;
  2. Somente auxiliar no calce quando solicitado pelo cliente, e quando for auxiliar, os vendedores deverão fazer uso de luvas descartáveis plásticas transparentes;
  3. Os bancos, cadeiras ou assentos para consumidores sentarem e fazer a prova do calçado não poderá ser de tecido, devendo ser de plástico, couro ou courvin para que seja permitido a sua higienização com álcool 70% após cada uso.
  1. Repete-se o protocolo aplicado às lojas;
  2. Higienizar os provadores com álcool 70% ou outro desinfetante indicado para este fim após casa uso e, caso dotado de cortina, realizar a higienização com vapor e aguardar secagem para novo uso;
  3. Realizar controle de acesso aos provadores, afim de evitar aglomerações e assegurar o distanciamento mínimo entre as pessoas e o tempo necessário àhigienização;
  4. Disponibilizar álcool-gel 70% ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar para higienização das mãos ao ingressar e sair dos provadores;
  5. Orientar os clientes a permanecer com a máscara durante a prova de roupas e acessórios;
  6. Proibir a prova de peças que entrem em contato com o rosto durante a prova, como camisetas e blusas;
  7. Higienizar as roupas após a prova ou a devolução pelo cliente, nos casos de retirada do estabelecimento para provar em casa, através de meio eficaz, com a utilização de passadeira a vapor, dispositivo de higienização ultravioleta ou assegurar período mínimo de aeração de 48 e 72 horas.
0
Casos Suspeitos
0
Casos Confirmados
0
Casos Recuperados
0
Óbitos

Taxa de ocupação de Leitos [ UTI: 43% | Enfermaria: 40% ]
Dados da COVID-19 em Campina Grande. (Dados: Sec. Saúde/PMCG). Atualização: 23/07/2020

Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.