Rua Barão do Abiaí, 24, Centro, C. Grande/PB

CDL defende postergação do ICMS para sessenta dias

A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL Campina Grande está solicitando ao governador João Azevedo e ao secretário de Estado da Receita (SEFAZ), Marialvo Laueano, a postergação em sessenta dias do pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) como medida de proteção econômica e diminuição dos prejuízos ocasionados pelo Novo Corona Vírus (Covid-19).

A solicitação dos dirigentes lojistas tem como objetivo minimizar os danos que estão sendo causado aos setores produtivos do estado desde que as primeiras medidas de segurança passaram a ser adotadas como forma de prevenção ao avanço do vírus. Ainda de acordo com a CDL, o comércio só irá sentir os reais efeitos da pandemia daqui a alguns meses, quando os insumos poderão ficar escassos.

Por esta razão, a entidade pede que João Azevedo siga o exemplo do Governo Federal que resolveu adiar por três meses o pagamento da parte da união do Simples Nacional. “Esperamos que a nossa solicitação seja atendida para que a economia paraibana não sofra ainda mais com os impactos dessa pandemia que tem provocado um verdadeiro caos no mundo todo”, disse o presidente da CDL Campina Grande, Artur Bolinha.

A solicitação foi feita através de ofício encaminhado ao gabinete do governador e do secretário Marialvo Laureano. O governo ainda não deu parecer sobre o pedido.

Deixe um comentário

Preferências de privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações por meio de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.