Rua Barão do Abiaí, 24, Centro, C. Grande/PB

Olacy Cavalcanti – A Honestidade Como Bandeira -1978

Olacy Cavalcanti começou a trabalhar no comércio aos 15 anos, junto com o pai, Olavo Cavalcanti de Albuquerque. Olavo, que é natural de João Pessoa veio para Campina Grande em 1944 atraído pelo potencial econômico que a cidade já carregava o DNA de grandiosidade. Olavo fundou sua empresa, e aqui constituiu família. Olacy com o tempo assumiu, junto com o irmão, a administração dos negócios da família se tornando um dos mais proeminentes comerciantes da cidade. À frente da Olacanti assumiu em 1978 a presidência da CDL, seguindo a tradição iniciada por seu pai que fundou junto com Ademar Borges a entidade em Campina Grande. Sua gestão foi marcada por grandes acontecimentos, como ele mesmo relata: “quando assumi, a sede da CDL tinha sido comprada e parte da dívida ainda estava ativa. Um dos compromissos de minha gestão foi liquidar esta dívida, e assim eu o fiz.”, lembra o empresário.

Olacy também realizou muitas campanhas de incentivo ao comércio, como a chegada do Papai Noel, que foi uma das mais marcantes, como ele mesmo explica: “Fomos buscar em caravana o Papai Noel que chegou ao aeroporto de Campina Grande e o levamos até o Centro, reunido milhares de pessoas. Foi um grande sucesso,”, conclui.

Para Olacy, a CDL é uma das mais importantes entidades da cidade, e junto com a Associação Comercial representam importantes ferramentas de desenvolvimento do comércio e da economia como um todo. Nestes 50 anos muito se trabalhou para que o movimento lojista na cidade enfrentasse com maestria os momentos difíceis nas várias crises que o país atravessou. “Costumo dizer que o choro vem à noite, mas a alegria vem pela manhã. Atravessamos períodos complicados, mas não nos abatemos, trabalhamos duro para superar cada um destes desafios. E que bom que tiveram essas crises, pois só assim pudemos desenvolver novas estratégias para continuar seguindo, crescendo como empresários e como pessoas.

Como lema de vida, Olacy segue à risca o que aprendeu com o pai: ser honesto acima de tudo, ser justo e trabalhar sempre tendo como bandeira a verdade. “Meu pai sempre dizia: seja verdadeiro e honesto com os seus clientes, pois eles são o grande patrimônio de qualquer empresa. O mais importante ao final do dia é encostar a cabeça no travesseiro com tranquilidade e consciência limpa, é a grande riqueza que um homem pode ter”, conclui.

Deixe um comentário

Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.